segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Crónicas de um fim-de-semana com BTT






Comecei a procurar a Loira. Ela disse para procurar uma bike rosa. Euolhava para tudo quanto é lado mas eles eram tantos e todos iguais, comecei aachar que era como procurar uma agulha num palheiro. E rosas? Deve ser modaporque até homens há de rosa! Cada vez que via rosa os meus olhos corriamatrás. Loiras e loiros lá corria eu atrás. Sabia o nr. do dorsal dela por issoperguntei na secretaria se já tinha sido levantado, disseram que não. Esperei.O tempo passava, e eu só ouvia o altifalante a dizer que já só faltam 20minutos, a chamar o pessoal para as boxes. Eu olhava para as boxes mas só seviam capacetes. Faltam 15 minutos, nada. Começo a pensar que vou matar o maridopor me fazer voar até lá e afinal ainda há gente a levantar dorsais. Comecei apensar em pedir uma bicicleta emprestada e ir fazer a prova por ele, mesmo debotas e de capa!! Procuro a Loira mais uma vez mas nada. De repente olho e vejouma Loira. É ela, inconfundível!! Ela é mesmo Loira e não há que enganar. Loiramais Loira não há, mas eu por precaução examino-a bem. Olho para a bicicleta elá está aquela "Kitty" (é a Kitty?), pregada à bike, é ela!! Oencontro foi semelhante a um relâmpago, ela já estava atrasada. Mas tão bom,tão querida, tão fofa!! A promessa é que para a próxima seja um encontro maisdemorado. Eu confio nela, se não confiasse a esta hora não andava de BTT e nãogostava tanto. Temo é que na próxima prova eu também participe e ela desesperede esperar por mim :)

4 comentários:

  1. Oh... obrigada. espero ver-te novamente em breve.

    ResponderEliminar
  2. Tão bom quando é assim :-) Acho muito bem que te aventures nas provas, é divertido. Beijinhos às duas.

    ResponderEliminar
  3. Olá Sol, tinha de vir aqui. Se gostas de pedalar só podes ser boa pessoa e muito especial. Vou voltar :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Gaja Maria! Vou gostar de te ter por cá!

      Eliminar